É espantoso como o ciúme

É espantoso como o ciúme

É espantoso como o ciúme, que passa o tempo a fazer pequenas suposições em falso,
 tem pouca imaginação quando se trata de descobrir a verdade.

(Marcel Proust)